[rev_slider_vc alias=”covid19″]

Auxílio Emergencial: Governo segue deixando trabalhadoras desamparadas

Compartilhe esta página:
Twitter
Visit Us
Follow Me

Enquanto prometem adiantar a segunda parcela do auxílio emergencial, milhares de famílias ainda não conseguiram acessar benefício. Mesmo àquelas que já estavam escritas no sistema único do governo, o Cadúnico, e que já deveriam ter recebido desde o dia 09/04 segundo o calendário da Caixa.

A burocracia no cadastro e a demora além do prazo previsto na análise e aprovação são alguns dos problemas que dificultam o acesso das trabalhadoras à renda e aumentam o impacto da pandemia na vida das/dos trabalhadoras/es informais.

Também continuam sem pagamento diversas/os usuárias/os que relatam instabilidade no aplicativo e no site da Caixa (Auxílio Emergencial Caixa), e também no da Poupança Digital (Caixa Tem). Somam-se a estas/es milhares de trabalhadoras/es com o CPF irregular que estão se arriscando ao Covid-19, indo até as agências da Caixa e Receita Federal, pois não conseguem acessar o cadastro online ou acessar a solicitação ou o acompanhamento do benefício.

As mulheres são duramente afetadas por esse atraso. É preciso lembrar que somos a maioria dentre as/os trabalhadoras/es informais e precarizadas/os, sendo em grande número mães solo e negras, que por não tem acesso à nenhuma outra renda. Não priorizar o pagamento das chefes de família demonstra mais um descaso com a situação das mulheres.

Como afirmava sociólogo Herbert de Souza, o Betinho: “Quem tem fome, tem pressa!” Não há tempo a perder, renda na mão já!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support