#GuardaArmadaNão: mulheres negras são as mais afetadas pelo aumento da compra de armas de fogo

Compartilhe esta página:
Twitter
Visit Us
Follow Me

Companheiras trabalhadoras, vocês sabiam que o aumento de compra de armas de fogo afeta diretamente as nossas vidas?

No Brasil, a cada duas horas uma mulher é assassinada. Entre 2013 e 2018, ao mesmo tempo em que a taxa de homicídio de mulheres fora de casa diminuiu 11,5%, as mortes dentro de casa aumentaram 8,3%. E, nesse mesmo período, houve um aumento de 25% nos homicídios de mulheres por arma de fogo, dentro de suas residências.

Nos últimos dois anos, a taxa de homicídios aumentou em 5%. E, recentemente, na contramão das medidas de redução desse número, foi aprovado um ato normativo aumentando a quantidade de armas de fogo que um cidadão comum pode comprar, passando de quatro para seis armas por pessoa.

⚠️No mapa da violência, as mulheres negras são as mais afetadas (68%), e, de diferentes formas, seguem sendo alcançadas pela violência. As mães são muito afetadas porque o Brasil assassina um jovem negro a cada 23 minutos.

Até quando as mulheres seguirão sendo exterminadas pela política de morte?

Fonte: Atlas da Violência \ Dossiê Mulher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ÚLTIMAS POSTAGENS

CATEGORIAS

Tags

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support