Mês de Luta das Trabalhadoras Domésticas

Compartilhe esta página:
Twitter
Visit Us
Follow Me

A trabalhadora doméstica, que não teve o nome divulgado para sua proteção, trabalhou em condições análogas à escravidão por 13 anos embairro nobre na cidade de São Paulo.

O resgate aconteceu em 2020 em junho de 2020, durante uma operação do Ministério Público do Trabalho e da Polícia Civil. Foi realizada uma denúncia anônima, através do disque 100 que levou a operação até um depósito em péssimas condições localizado na residência que era usado pela trabalhadora em seus momentos de descanso, que passava em um sofá antigo e em um situação desumana.

 

No día 17 de março a justiça determinou que ela receba R$ 350 mil de indenização por danos morais, quantia que deverá ser pago pelos ex-patrões, uma conquista importante, mas que não paga, apaga e nem ameniza todo sofrimento passado ao longo de 13 anos.

 

As trabalhadoras domésticas têm direitos como em todas as profissões! Exigimos dignidade, remuneração e justiça!

 

Denuncie o trabalho degradante e análogo à escravidão. Procure o Ministério Público de seu município ou Disque 100.

 

#ParaTodasVerem: Card com fundo roxo e bege e letras amarelas Logo da Camtra com escudo de vênus com punho em formato de rosa magenta e folhas verdes. hashtags em letras amarelas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ÚLTIMAS POSTAGENS

CATEGORIAS

Tags

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support