Acesso às Políticas de Saúde e Violência Doméstica para Mulheres no Período da Pandemia

Compartilhe esta página:
Twitter
Visit Us
Follow Me

Como Estão os Serviços Públicos de Atendimento às Mulheres?

A Camtra aplicou uma enquete online junto às mulheres com as quais durante este período de pandemia mais nos aproximamos, através das lideranças femininas, que têm atuado diretamente em seus territórios, comunidades e favelas. Foi possível estabelecermos conjuntamente ações solidárias tais como distribuição de cestas básica, material educativo, preservativos femininos e masculino. A pesquisa contou com a intermediação de várias destas lideranças para que as mulheres pudessem ter acesso à enquete, que teve o intuito de conhecer um pouco sobre a realidade que estamos enfrentando e tem sido tão difícil para todas nós. A pesquisa tratava sobre os serviços públicos de saúde em duas áreas de atuação da instituição: “violência contra as mulheres” e “direitos sexuais e direitos reprodutivos”. A intenção foi, por um lado, entender a capilaridades dos serviços entre as mulheres trabalhadoras e, por outro, o nível de conhecimento que possuem sobre seus direitos.

Alcançamos 244 mulheres respondendo nossas perguntas e foi possível pular perguntas, garantindo que as mulheres ficassem mais à vontade com o questionário.

A enquete foi feita de forma virtual e contou com respostas das mulheres lideranças comunitárias e suas redes de atuação que integram os grupos de articulação que a Camtra fomenta desde o início da pandemia: “Camtra com as Mulheres”, “CAMTRA COVID” e, por último a articulação de lideranças que foi denominada como “Mulheres Entrelaçadas”.

Recebemos respostas entre os dias 08 de setembro e 16 de setembro de 2021. Foram 20 perguntas no total. As respostas eram anônimas e baseadas no critério de autodeclaração. Colocamos apenas uma pergunta discursiva e todas as demais eram de múltipla escolha. A maioria, com a possibilidade de serem inseridos comentários adicionais. A enquete continha perguntas relacionadas aos serviços de atendimento em saúde e direitos das mulheres desde hospitais, delegacias especializadas até teleatendimentos como o Disque 100 e o Disque 180. Diante da alta receptividade que a enquete alcançou acreditamos que a atividade foi um sucesso.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support